Meu perfil
BRASIL, Nordeste, NATAL, Mulher
MSN - adeliadanielli@hotmail.com




Hist?rico:

- 01/12/2008 a 31/12/2008
- 01/11/2008 a 30/11/2008
- 01/10/2008 a 31/10/2008
- 01/09/2008 a 30/09/2008
- 01/08/2008 a 31/08/2008
- 01/06/2008 a 30/06/2008
- 01/04/2008 a 30/04/2008
- 01/03/2008 a 31/03/2008
- 01/02/2008 a 29/02/2008
- 01/01/2008 a 31/01/2008
- 01/12/2007 a 31/12/2007
- 01/11/2007 a 30/11/2007
- 01/10/2007 a 31/10/2007
- 01/09/2007 a 30/09/2007
- 01/08/2007 a 31/08/2007
- 01/07/2007 a 31/07/2007
- 01/06/2007 a 30/06/2007
- 01/05/2007 a 31/05/2007
- 01/04/2007 a 30/04/2007
- 01/03/2007 a 31/03/2007
- 01/12/2006 a 31/12/2006
- 01/10/2006 a 31/10/2006
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005



Outros sites:

- Rango na Madrugada
- Substantivo Plural
- Mulher na Janela
- Girassol Noturno
- Nome do Poema
- Efemeramente Denise
- Tabernáculo
- Renato melo
- kaefe
- Simona Talma
- Bossa Velha
- Parte de Mim
- Renato (imagens)
- Silêncio da Boca
- Versos Delírios
- Lavra alma
- O Carapuceiro
- Chacal
- eraOdito
- Contos Interditos
- Balaio Porreta
- Paraíso Perdido
- Acontecimentos - Antônio Cícero
- Antônio Prata
- O que mais ninguém vê
- Potiguarando
- Vagabunda poesia
- Grupo Casarão de Poesia
- Cefas Carvalho
- Pablo Capistrano
- Helder Macedo
- TodosOsDiscosQueOuvi
- Casa das Musas
- Blog de 7 cabeças
- Traversuras
- E o que é poesia?
- Os Poetas Elétricos
- Menina Gauche
- Luiz Alberto Machado
- Meio Amargo



Indique esse Blog


Código html:
Cristiny On Line



Egoísmo


No mundo de superfícies devastadas e dores interiores venho com meu egoismo dizer, estou feliz.
Acho que alivia um pouco  a minha culpa admitir que não é nada " humano" estar feliz numa hora dessas ...  ou é?  (humano, demasiado humano?)
sim , há flores em meu travesseiro, há o cheiro de seu cabelo , há a lembrança do olhar quando fecho meus olhos, há ainda a sensação de sua pele na ponta dos meus dedos.
Tenho vontade de cantar, de ler poesias, de simplesmente nem pensar e só observar tudo em volta. Caeiro, " pensar é estar doente dos olhos".
Estado de graça, sorriso na cara, núvem de paz é o chão que piso.
O simples das coisas, nada anda complicado, só o simples, o que acalma.
As coisas estão meio azulzinhas, meio azulzinhas com bolinhas brancas... estão meio clichês também, com todo o charme que isso possa ter.
Chocolate e água, cervejinha e bom papo, luar a noite,  solzão ao meio dia, abraço no encontro, tchau na despedida.
Coisinhas assim , juntinhas uma da outra, deduzíveis e seguras.
Como a "sorte do amor tranquilo".
Não é pra estar feliz? =)



- Postado por: Delinha ?s 01h43
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________