Meu perfil
BRASIL, Nordeste, NATAL, Mulher
MSN - adeliadanielli@hotmail.com




Hist?rico:

- 01/12/2008 a 31/12/2008
- 01/11/2008 a 30/11/2008
- 01/10/2008 a 31/10/2008
- 01/09/2008 a 30/09/2008
- 01/08/2008 a 31/08/2008
- 01/06/2008 a 30/06/2008
- 01/04/2008 a 30/04/2008
- 01/03/2008 a 31/03/2008
- 01/02/2008 a 29/02/2008
- 01/01/2008 a 31/01/2008
- 01/12/2007 a 31/12/2007
- 01/11/2007 a 30/11/2007
- 01/10/2007 a 31/10/2007
- 01/09/2007 a 30/09/2007
- 01/08/2007 a 31/08/2007
- 01/07/2007 a 31/07/2007
- 01/06/2007 a 30/06/2007
- 01/05/2007 a 31/05/2007
- 01/04/2007 a 30/04/2007
- 01/03/2007 a 31/03/2007
- 01/12/2006 a 31/12/2006
- 01/10/2006 a 31/10/2006
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005



Outros sites:

- Rango na Madrugada
- Substantivo Plural
- Mulher na Janela
- Girassol Noturno
- Nome do Poema
- Efemeramente Denise
- Tabernáculo
- Renato melo
- kaefe
- Simona Talma
- Bossa Velha
- Parte de Mim
- Renato (imagens)
- Silêncio da Boca
- Versos Delírios
- Lavra alma
- O Carapuceiro
- Chacal
- eraOdito
- Contos Interditos
- Balaio Porreta
- Paraíso Perdido
- Acontecimentos - Antônio Cícero
- Antônio Prata
- O que mais ninguém vê
- Potiguarando
- Vagabunda poesia
- Grupo Casarão de Poesia
- Cefas Carvalho
- Pablo Capistrano
- Helder Macedo
- TodosOsDiscosQueOuvi
- Casa das Musas
- Blog de 7 cabeças
- Traversuras
- E o que é poesia?
- Os Poetas Elétricos
- Menina Gauche
- Luiz Alberto Machado
- Meio Amargo



Indique esse Blog


Código html:
Cristiny On Line



Clarice, senhora do tempo e espaço.

Quando criança gostava de ficar pensando sobre espaço, tempo e deus. procurava assim de alguma forma me encontrar dentro das coisas ilimitadas. Gostava de pensar sobre o tempo dos tempos, e me colocar nele. "como eram as coisas antes de eu existir? Se eu morrer como serão?"
Aos poucos, com a ajuda do próprio tempo fui descobrindo que nada mudaria a não ser para mim mesma.
Isso foi uma dura realidade.
Mas minha fascinação pelo tempo só aumentou...
Sempre pensei quando começou o tempo, se antes ou depois de deus. Deus criou o tempo ou tempo criou deus?
Bem, nunca cheguei a conclusão alguma, e depois já adulta lendo Clarice e Nietzsche, percebi que não preciso mesmo chegar a uma. O nada ou essa coisa indizível que procuro já estou achando ao procurar.
Meu lugar , meu tempo é o aqui e o agora, meu espaço é esse que minha mente percebe, e ocupa, seja físico atraves do corpo e dos olhos, ou mental atraves das diversas formas de amplitude do pensamento. Música , filosofia, literatura, poesia, ou qualquer outra forma de alteração do estado de consciência (seja ela lícita ou não).
Tanta coisa, dentro de pouco espaço, tanto espaço entre tão pouca coisa e um tempo quase infinito entre uma e outra.
O conhecimento cria espaços, formas e conciências tão diferenciadas e aparentemente tão grandes que nos perdemos entre elas, mas acabamos por nos achar nessa busca.
Sobre isso escreveu lindamente minha amiga filósofa Bárbara Roma, em sua poesia "sobre cactos e girafas"

O mundo é grande mas cabe no mundo
Um ponto  só sabe emudecer brusco.
Uma palavra, pequena, vai fundindo:
Eis tudo.


Tenho sentido Clarice ao ler " A Paixão Segundo GH" e  ela tem me alterado, entrado em mim e mexido comigo, me incomodado, me tirado do eixo confortável de não pensar. Mas ao mesmo tempo tenho vivido possibilidades e conquistado outros espaços dentro de mim aos quais não conhecia. Clarice me dói, me sangra, me fere, mas me liberta...

 



- Postado por: Delinha ?s 18h28
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________